PREFEITO SAULO PEDROSO SOFREU SUA PRIMEIRA DERROTA NO LEGISLATIVO

Na última terça-feira a Câmara rejeitou por 9 a 2 o veto total do prefeito a um projeto de lei de autoria do vereador Daniel Martini

Por Maria Clara 02/12/2017 - 13:31 hs

Inexplicável a derrota do prefeito Saulo Pedroso na Câmara Municipal. O prefeito tem 9 vereadores que fazem parte do seu grupo e apenas 2 da oposição. Apesar deste fato, na última terça-feira a Câmara rejeitou por 9 a 2 o veto total do prefeito a um projeto de lei de autoria do vereador Daniel Martini.

Rejeitaram o veto do prefeito os seguintes vereadores: Ademilson Militão (DEM), Daniel Martini (REDE), Zé Machado (PSL), Júlio Mendes (PROS), Marcão do Itapetinga (PSB), Michel Carneiro (PCdoB), Reginaldo da Van (PSB), Roberta Barsotti (DEM) e Dr. Ubiratan (PV). Votaram pela manutenção do veto: Fabiano de Lima (PROS) e Tiãozinho da Farmácia (PSL). 

Na última sessão (28 de novembro), a Câmara rejeitou, por 9 a 2, o veto total do Poder Executivo ao projeto de lei nº 14/17, de autoria do vereador Daniel da Rocha Martini, que dispõe sobre a instalação de cartazes, adesivos ou placas indicativas com o itinerário percorrido nos veículos de transporte coletivo urbano de Atibaia.

O projeto de lei havia sido aprovado, por unanimidade, no início de outubro e encaminhado à sanção do prefeito. Segundo o documento, os ônibus deverão conter todos os dados sobre as suas linhas de percurso: rotas, horários de partida e chegada, quantidade de paradas, distância e valor da tarifa.

A implementação ficará a cargo da concessionária responsável pelo transporte coletivo municipal e deverá fixar na lateral de cada ônibus, próximo ao acesso de entrada dos passageiros, e no lado interno dos veículos - de preferência em cima da porta de saída dos passageiros - uma placa (ou cartaz ou adesivo) de fácil visibilidade contendo o nome das ruas e avenidas que fazem parte do trajeto.