Domingo, 16 Jun 2024

Bragança Paulista: DIG identifica e prende um dos envolvidos em latrocínio

Foto: Gazeta Bragantina

Gazeta Bragantina

Na tarde de terça-feira (28), equipes de investigadores da Delegacia de Investigações Gerais - DIG, com apoio de equipes da DISE, prenderam Franciel Gonçalves Nogueira, de 28 anos, um dos autores do latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou Marilaine Aparecida de Oliveira, de 41 anos, no bairro Quinta dos Vinhedos. A prisão aconteceu na Rua João Franco, no bairro do Cruzeiro, onde o marginal estava escondido. Agora, as investigações se voltam para a identificação de outros autores do crime.

O delegado titular da DIG/DISE, Dr. Henrique de Paula Rodrigues, falou com a Gazeta Bragantina e explicou o caso. "Um crime que chocou todos nós, pela violência empregada, e vitimou uma mulher inocente de 41 anos. Desde a noite do crime fizemos várias diligências para identificar os autores e conseguimos chegar a esse indivíduo", disse.

O titular das especializadas explicou que as investigações começaram logo na noite do crime e em uma união de forças, os policiais passaram a recolher informações sobre o crime com a oitiva de testemunhas, trabalho de inteligência e campo. Logo na primeira semana, após o intenso trabalho investigativo, os policiais chegaram ao suspeito Franciel, apontado como o motorista do Renault Sandero, branco usado no crime.

Com elementos suficientes para solicitar mandado de prisão temporária, que foi expedido pela 2ª Vara Criminal de Bragança Paulista, os policiais foram em busca do autor do crime na tarde de terça-feira e o avistaram fugindo pelo telhado de uma casa. Ele foi detido e levado a sede da DIG. "Hoje, após a expedição da prisão temporária, conseguimos capturar o indivíduo, que a princípio exerceu o seu direito de ficar em silêncio", explicou o delegado.

Conforme apurado pela Gazeta Bragantina, as investigações chegaram em Franciel e agora os policiais prosseguem com o trabalho para a identificação de outros marginais envolvidos no crime. "Agora seguimos as diligências na tentativa de identificar indivíduos que possam ter participado deste hediondo crime", finalizou o delegado.

CRIME
Marilaine Ap. de Oliveira, de 41 anos, foi morta a tiros durante uma tentativa de assalto no início da madrugada de sábado (18 de maio). Por volta de 0h00, ela e seu marido retornavam do trabalho quando na Av. Engenheiro Antônio Assis Fleming, no bairro Quinta dos Vinhedos, foram interceptados pelos marginais. As vítimas estavam a bordo de uma Fiorino, branca, em direção à sua residência, quando um veículo modelo Sandero, branco, com vidros escuros e faróis acessos, que seguia logo atrás iniciou ultrapassagem, entrou bruscamente na frente da Fiorino e dela desceram dois homens armados, efetuando disparos. O empresário engatou marcha ré no carro para fugir e quando olhou para Marilaine Ap. de Oliveira, 41 anos, percebeu que ela havia sido atingida, seguindo imediatamente para a Santa Casa para socorrê-la, porém, ela não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Veja mais notícias sobre Polícia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 16 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.atibaiahoje.com.br/