Dólar Comercial: R$ 5,36 • Euro: R$ 6,36
Terça, 15 Junho 2021

Nestlé: Documento diz que grande parte de seus alimentos não é saudável

A Nestlé disse que a maior parte de seu catálogo de alimentos e bebidas não é saudável, já que mais de 60% dos produtos da empresa não atenderiam aos padrões necessários. A informação está presente em uma apresentação interna da empresa, à qual o jornal "Financial Times" teve acesso.

Em um dos trechos do documento, o maior grupo alimentar do mundo diz que "algumas de nossas categorias e produtos nunca serão 'saudáveis', não importa quanto renovamos". A Nestlé fabrica, entre outros produtos, os chocolates KitKat e Milky Bar, o leite condensado Moça, o leite Ninho, o Nescafé, as misturas para leite Nescau e NesquiK.

De acordo com a reportagem, somente 37% dos produtos da Nestlé alcançaram uma classificação suficiente na Austrália - acima de 3,5 no sistema de classificação da autoridade de saúde do país, que tem nota máxima 5. O valor é utilizado também por entidades internacionais de pesquisa de alimentos, como a Fundação de Acesso à Nutrição.

Conforme as informações da empresa, cerca de 70% dos alimentos, 96% das bebidas - com exceção do café puro -, e 99% dos doces e sorvetes não atingiram esse limite. A água e os laticínios comercializados pela marca, por outro lado, tiveram melhor pontuação: 82 e 60% respectivamente.

Segundo o "Financial Times", não entram na classificação e nos dados, no entanto, fórmulas alimentares para bebês, rações para animais de estimação, café e nutrição médica especializada. As informações são referentes a produtos que representam, aproximadamente, metade da receita anual total da Nestlé, que é 92,6 bilhões de francos suíços, ou US$ 103 bilhões - o equivalente a R$ 537 bilhões.

"Fizemos melhorias significativas em nossos produtos [mas] nosso portfólio ainda apresenta desempenho inferior em relação às definições externas de saúde em um cenário onde a pressão regulatória e as demandas dos consumidores estão disparando", diz a apresentação.

Ao jornal, a empresa disse que está atualizando seus padrões internos de nutrição e que tem analisado o portfólio de produtos para garantir que eles "ajudem a atender às necessidades nutricionais e apoiem uma dieta equilibrada" para cada fase da vida das pessoas. A Nestlé disse, ainda, que reduziu açúcares e sódio nos alimentos e bebidas entre 14 e 15% nos últimos sete anos.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.atibaiahoje.com.br/