Quinta, 26 Maio 2022

Incentivando a autonomia da criança: qual o papel das funções executivas?

Cristiane Fernandes Esteves Saraguci*

A primeira infância é o período da vida compreendido do nascimento até os seis anos de idade. É nessa fase que várias habilidades se desenvolvem, uma vez que existe uma elevada plasticidade cerebral, ou seja, uma maior capacidade de transformação do cérebro devido aos estímulos e experiências vivenciados.

Entre as habilidades desenvolvidas na primeira infância podemos destacar as relacionadas com as funções executivas: autocontrole (controle inibitório), memória de trabalho e flexibilidade cognitiva. Para que um indivíduo gerencie os diferentes aspectos de sua vida com autonomia as funções executivas são fundamentais. Ter autonomia vai além de ter independência, mas significa estar inserido na sociedade, assumir as consequências de suas decisões e possuir responsabilidade.

Diversos estudos indicam que um bom desenvolvimento das funções executivas na infância está associado a um melhor desempenho na vida acadêmica, maior aquisição de capital humano, realização profissional, saúde física e mental, além de menor probabilidade do indivíduo adotar comportamentos de risco.

É um desafio de toda sociedade formar pessoas que tenham autonomia e sejam capazes de pensar crítica e criativamente. Para que isso aconteça, é importante ambientes e interações sociais favoráveis à construção da capacidade de pensar com autonomia. Sendo assim, famílias, cuidadores, educadores, profissionais de saúde e gestores de escolas públicas possuem responsabilidade no desenvolvimento das habilidades necessárias para a autonomia do indivíduo.

Diversas atividades e práticas podem desenvolver memória de trabalho, autocontrole e flexibilidade cognitiva nas crianças. É importante que os adultos não tratem a criança como se não tivesse capacidade alguma de fazer determinadas escolhas. Por exemplo, dar opções de escolha na hora da alimentação, de vestir-se e sempre explicar o porquê das proibições, regras e escolhas, como porque guardar os brinquedos ao terminar de brincar, é uma forma de ajudar a criança a desenvolver o pensamento crítico e internalizar as mensagens.

Os adultos também podem ajudar a criança a desenvolver estratégias para controlar seus impulsos, aprendendo a esperar e praticando as funções executivas. Uma estratégia que já vi profissionais utilizando para trabalhar a atenção e o autocontrole é um cartaz em formato de orelha, como um lembrete para a criança prestar atenção nas histórias contadas por seus colegas e aguardar a sua vez.

Inúmeras outras atividades contribuem para o desenvolvimento das funções executivas como: narrar uma história para a criança, faz de conta, brincadeiras tradicionais como "seu mestre mandou" e "estátua", taekwondo, jogos eletrônicos desenvolvidos para melhorar capacidades de funções executivas, entre muitas outras.

Controlar impulsos, prestar atenção e armazenar informações não são capacidades inatas aos indivíduos, nem se desenvolvem independentemente do contexto. Ao contrário, essas habilidades podem ser lapidadas e estimuladas, sempre levando em conta as diferenças individuais no desenvolvimento, pois o amadurecimento pode variar de criança para criança.

Um fator, apontado em estudos, que impacta no desenvolvimento das capacidades de memória e de autocontrole nas crianças é o ambiente estressante, portanto é essencial que o ambiente seja observado e preparado, favorecendo assim o aprendizado.

Em suma, a autonomia possui ligação direta com o desenvolvimento das funções executivas, portanto é importante investir tempo para que essas habilidades sejam desenvolvidas na primeira infância, pois serão importantes para os aprendizados mais complexos que virão posteriormente, além de contribuir para uma melhor qualidade de vida do indivíduo.

* A autora é Neuropsicopedagoga e Psicopedagoga Clínica e Institucional, Pedagoga especialista em Administração Escolar, Coach Pessoal, Profissional e Líder Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Analista Comportamental Disc pela Gestor Performance. Possui experiência de mais de 20 anos na área, atuando no âmbito escolar e clínico, como também no mundo business como Coach, palestrante e desenvolvendo pessoas. Contatos: E-mail: crissaraguci@hotmail.com; Instagram: @neuropsicocristianesaraguci; Facebook: @conexãodoaprender e Blog: https://conexaodoaprender.home.blog/

Veja mais notícias sobre Cristiane Saraguci.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.atibaiahoje.com.br/